O que é e por que investir na metodologia BIM?

A metodologia BIM (Building Information Modeling — e em português, Modelagem da Informação da Construção) é uma das principais inovações quando se trata de projetos para construções. A sua principal característica é a criação de modelos 3D inteligentes, capazes de gerar informações úteis para toda a construção.

Pode-se afirmar que ela a é responsável pela integração do projeto, gerando melhorias na comunicação entre os profissionais e redução considerável dos erros. Dessa forma, fases como planejamento, orçamento, serviços preliminares, fundações, estrutura, instalações, acabamentos, entre outras serão facilmente gerenciadas. 

Ficou interessado pelo assunto? Então, continue a leitura deste artigo e veja o que é a metodologia BIM e por que investir nessa tecnologia. Não deixe essa oportunidade passar!

Entenda o que é a metodologia BIM

Como já destacado, a metodologia BIM é a responsável por integrar as informações e os dados do projeto. Itens como os insumos a serem gastos, a metragem em determinado local, a espessura das peças e todos os detalhes da construção serão facilmente identificados por ela. Um projeto arquitetônico realizado em BIM, por exemplo, pode permitir a constatação prévia de erros, evitando a famosa frase “na obra a gente resolve”.

É preciso deixar claro que a metodologia BIM não é um software CAD e, também, não é um modelador 3D. Ela é um método de trabalho organizado para a administração e a comunicação das informações relacionadas com o projeto. 

Nela, as informações migram de um projeto para outro, evitando erros comuns. Dessa forma, quando o especialista em projetos hidráulicos for iniciar a disposição das tubulações ele saberá exatamente onde se encontram as vigas e os pilares. E assim acontece com as demais especialidades.

Em outras palavras, a grande contribuição dessa nova tecnologia é que antes de iniciar cada atividade em um empreendimento, todos os potenciais conflitos já estarão resolvidos. Sendo assim, será muito mais fácil cumprir com o que foi estabelecido no cronograma e a fase de execução apresentará uma gama menor de problemas. 

A maquete 3D não será enviada do software de arquitetura para o software de cálculo estrutural, por exemplo. As informações em 3D dos principais dados do projeto arquitetônico é que serão utilizadas pelos calculistas para a realização de suas atividades. 

Quando a plataforma de gerenciamento do projeto receber as informações de todas as especialidades (arquitetura, estruturas, instalações, acabamentos etc.) será possível eliminar as colisões e ajustar as interferências apresentadas. Por fim, pode-se afirmar que a metodologia BIM reúne, em um único ambiente, todas as informações sobre cada uma das especialidades de um empreendimento. 

Conheça as principais vantagens da metodologia BIM

Além das informações já destacadas, existem outras vantagens no uso da metodologia BIM. É importante destacar que essa metodologia exige a participação de um grande número de pessoas, já que os especialistas de cada área devem participar de toda a elaboração do projeto. 

Dessa forma, todos os profissionais terão pleno conhecimento do projeto, facilitando a solução de problemas que possam aparecer durante o desenvolvimento de cada atividade. Fantástico, não é mesmo?

Confira, a seguir, outras vantagens do uso da metodologia BIM!

Identificar elementos

O emprego de softwares 3D facilitou a visualização do projeto. No entanto, a identificação de elementos e a diferenciação de alguns itens ainda não eram possíveis. A utilização da metodologia BIM tornou possível a análise de cada elemento, identificando as suas características e as suas informações principais.

Alterar projetos com facilidade

É preciso destacar que o BIM é um sistema integrado, ou seja, todas as alterações que forem realizadas serão processadas em tempo real. Dessa forma, não será preciso se estressar com esse tipo de atividade, que é extremamente recorrente.

Logo, não haverá problema com a utilização de projetos obsoletos ou informações incorretas, evitando, assim, a ocorrência de grandes erros. Com essa metodologia, é possível otimizar as etapas e garantir uma gestão mais eficiente do empreendimento. 

Imagine, por exemplo, uma porta com dimensões de 1 m de largura por 2 m de altura, que precisa ser mudada para 0,8 m de largura e 2,10 m de altura. Se o projeto estiver em BIM será preciso clicar no componente e inserir os novos valores — a porta se modificará automaticamente, bem como as quantidades de materiais e demais itens associados. 

Integrar todas as etapas

Um empreendimento comum tem um documento para cada etapa da construção. É preciso contar com documentos específicos para o projeto arquitetônico, projeto estrutural, orçamento, cronograma da obra, entre outras especialidades. Essa diversidade de materiais aumenta a possibilidade de erros, como a incompatibilização de dados.

Existem ferramentas BIM específicas para cada etapa da construção, possibilitando a inserção ou a extração de dados no modelo. Na etapa de projetos, por exemplo, deve-se contar com ferramentas para desenhar e adicionar insumos necessários (paredes, portas, entre outros). Quando a etapa de planejamento se inicia, as informações podem ser utilizadas para a elaboração do cronograma e assim por diante. 

Descubra como implementar o BIM em sua empresa

Muitas empresas já estão investindo na implantação, mas estão cometendo grandes erros. Antes de qualquer ação, é preciso capacitar a sua equipe para que ela saiba como trabalhar utilizando essa metodologia. É válido ressaltar que o BIM é um processo diretamente ligado à tecnologia da informação, sendo fundamental a aplicação de treinamentos para que os colaboradores saibam como utilizá-la.

Contudo, capacitar a empresa não é sinônimo de investir no treinamento de ferramentas. O BIM é muito mais do que um simples software, no qual se recebe treinamento e se aprende a operá-lo. Existem cursos onde os alunos aprendem o básico sobre ferramentas de modelagem, mas não aprenderão a utilizar todas as suas funções. 

A melhor forma para garantir o sucesso na implementação é a utilização de um programa de capacitação. Toda a empresa, inclusive os diretores e gerentes de projeto, devem ter conhecimento ela, para que possam conseguir implementá-la.

Para garantir o sucesso na implantação deve-se contar com especialistas no assunto, ou seja, profissionais que entendam as etapas e consigam explicar a todos os colaboradores como se dará a execução de suas atividades daqui para frente. 

Pode ser interessante a contratação de um BIM Manager, profissional especialista em metodologia BIM, que pode ajudar na implementação e nas primeiras utilizações desse novo modelo de trabalho. Caso não encontre esse profissional no mercado com facilidade, o recomendado é formá-lo: invista na capacitação de um profissional e colha os benefícios.

Deve-se escolher um profissional que tenha uma excelente comunicação e uma grande afinidade com a tecnologia. Além disso, é importante deixar claro alguns pontos:

  • BIM é um processo;
  • BIM é uma tecnologia;
  • BIM é um meio de comunicação;
  • BIM permite múltiplas formas de utilização.

A metodologia BIM é uma tendência do mercado, principalmente em empresas de engenharia. A compatibilização de projetos e a integração das equipes são vantagens consideráveis. Além disso, a sua utilização será responsável por aumentar a qualidade dos serviços prestados e, consequentemente, os resultados de sua empresa. Vale a pena investir, não é mesmo?

Gostou do nosso artigo? O que achou das informações sobre a metodologia BIM?  Assine a nossa newsletter e receba, em primeira mão,outros conteúdos como este e nossas atualizações. Até a próxima!

Deixe um comentário
Share This