Você conhece a importância da eficiência energética na arquitetura?

  • Home
  • Inovação
  • Você conhece a importância da eficiência energética na arquitetura?

Um dos conceitos mais falados nos dias atuais é a eficiência energética. Esse conceito visa buscar a economia no uso da energia, sem comprometer as principais características de uma edificação. 

Pode-se dizer, inclusive, que uma derivação desse conceito é a eficiência energética na arquitetura, visando englobar mais do que apenas a iluminação, mas sim todo o edifício. Assim, será possível melhorar a qualidade do ambiente de trabalho e, consequentemente, o processo produtivo. 

O melhor uso da energia elétrica não garante apenas a redução das despesas, mas também os impactos ambientais, a reputação da empresa perante o mercado e outras vantagens. Apesar de parecer simples, você conhece a importância da eficiência energética na arquitetura? Não? Então, continue a leitura deste artigo e descubra!

O que é a eficiência energética na arquitetura?

Como já destacamos, a eficiência energética deve englobar muito mais do que apenas a iluminação. Seja em uma edificação residencial/comercial, seja em uma indústria, existem algumas formas de melhorar o uso da energia elétrica e a escolha de telhas translúcidas, que favorecem a iluminação natural e a troca de lâmpadas comuns por lâmpadas de LED são apenas alguns exemplos.

Contudo, essas medidas devem ser levadas em consideração desde o início da construção. Assim, o empreendimento já será construído com esses conceitos. 

Portanto, podemos dizer que a eficiência energética na arquitetura nada mais é do que projetos arquitetônicos que levam em consideração as questões ambientais, preparando a edificação para o melhor aproveitamento dos recursos. Um empreendimento construído com base nesse conceito será reconhecido por sua qualidade ambiental e eficiência energética, melhorando o desempenho da edificação ao longo de sua vida útil, em todos os aspectos (sociais, econômicos, o seu entorno, entre outros). 

Para empregar a eficiência energética na arquitetura é preciso contar com profissionais que conheçam as relações bioclimáticas e as melhores formas de realizarem a eficiência no uso da energia. Pense nisso antes de contratar um profissional para a realização de seus projetos. 

Por que investir na eficiência energética em indústrias?

Obviamente, o principal objetivo para se investir na eficiência energética em indústrias é a redução de custos. Contudo, existem outras vantagens de modernizar sua planta industrial, como prover melhorias nos motores elétricos, nos sistemas de refrigeração, etc. Veja mais, a seguir!

Motores elétricos

É possível encontrar motores elétricos de alto rendimento no mercado, capazes de reduzir as perdas de energia. O custo é mais alto, porém esse tipo de motor se tornará mais rentável em longo prazo, tanto em termos de economia, quanto em termos de produtividade. 

Sendo assim, não se deve pensar apenas no custo ao se comprar um motor elétrico. Além disso, deve-se procurar por um motor que seja adequado para a função, evitando sobredimensionamentos e garantindo a máxima eficiência. 

Outro ponto que merece a devida atenção se dá em relação à tensão do motor, que deve ser mais próxima possível dos limites de projeto. Caso ela não esteja nesses padrões, haverá uma diminuição do fator de potência, fazendo com que o custo energético aumente.

Sistema de refrigeração

Os sistemas de refrigeração também podem ser instalados de acordo com a eficiência energética na arquitetura. Para isso, é preciso realizar alguns procedimentos, como:

  • prover manutenções regulares nos principais componentes;

  • verificar se as configurações de temperatura estão de acordo com o especificado;

  • mantê-los longe de áreas que passem por flutuações de temperatura ou que sofram com a incidência de luz solar;

  • usar um inversor de frequência para controlar a refrigeração;

  • reduzir os ciclos de descongelamento utilizando um sensor no evaporador;

  • usar tecnologia de cortina de ar para selar o ar frio e manter a poeira longe.

Sistema de aquecimento e ventilação

Os sistemas de aquecimento, ventilação e ar-condicionado (HVAC) chegam a representar, aproximadamente, 30% do consumo de energia. Dessa forma, é preciso determinar a quantidade de energia que o sistema vai utilizar, antes de realizar a compra de novos equipamentos. 

Algumas práticas podem ser executadas para reduzir o custo desses sistemas, como:

  • reduzir a carga de instalação;

  • implementar um sistema de gerenciamento de energia;

  • definir as zonas a serem desligadas;

  • utilizar o sistema de ventilação para a recuperação de energia;

  • combinar um componente de desumidificação no sistema HVAC para aumentar o conforto dos usuários.

Como garantir a eficiência energética em indústrias?

Sabemos que o consumo de energia nas indústrias é grande e, infelizmente, o desperdício também. Contudo, é possível tomar algumas medidas para garantir o consumo eficiente e a economia no dia a dia. 

Existem algumas ações que podem reduzir o custo da energia. Itens como garantir a eficiência energética de uma planta, registrar fluxo de energia e emissão de CO2, encontrar potenciais pontos de economia são apenas alguns exemplos. No entanto, a principal prática se dá pela redução do consumo e o aumento da eficiência de máquinas e equipamentos, principalmente os motores. Pode-se, também, instalar instrumentos capazes de auxiliar os motores, como inversores de frequência.

Toda a indústria pode contar com eficiência energética na arquitetura, modernizando o pátio fabril e desfrutando de outros benefícios (maior vida útil dos equipamentos, maior eficiência energética, menor consumo de energia, além de um consumo menos poluidor).

A troca de um motor elétrico, por exemplo, pode aumentar, e muito, a eficiência por conta das inovações e automações. A economia será considerável já no primeiro ano.

A eficiência energética na arquitetura também deve levar em consideração o projeto elétrico. É fundamental contar com um bom projeto, garantindo que toda a edificação esteja devidamente preparada para reduzir gastos.

Além disso, deve-se contar com empresas experientes no mercado, para garantir os melhores produtos e técnicas. Elas saberão exatamente o que fazer, já que contarão com profissionais devidamente instruídos e conhecedores do assunto, sabendo quais itens devem ser utilizados.

É válido lembrar que a eficiência energética na arquitetura somente será um sucesso pelo conjunto das ações. Afinal, de nada adiantará trocar máquinas e equipamentos se o projeto elétrico for defasado e não estiver preparado para a atual realidade. Essa é a principal maneira de garantir o sucesso na economia de energia.

E aí, gostou do nosso artigo? O que achou da eficiência energética na arquitetura? Deseja ter mais conhecimento sobre o assunto? Então, não hesite em entrar em contato conosco. Teremos prazer em lhe ajudar!

 
Deixe um comentário
Share This